EXAME DE SUFICIÊNCIA – CFC – 01 2019 – Solução da Questão 05 – Branca

Rate this post

(Q.05 – 01/2019) Branca

 Em 02/10/20X1, a Sociedade Empresária “A” adquiriu, em condições usuais e taxa de juros compostos condizentes ao mercado, um imóvel por meio de financiamento para ser liquidado em 6 prestações trimestrais, periódicas, iguais e postecipadas, com a primeira prestação após três meses da aquisição do imóvel, conforme tabela demonstrada a seguir:

Prestação Valor da Prestação Juros
1 R$ 25.843,65 R$ 4.200,00
2 R$ 25.843,65 R$ 3.550,69
3 R$ 25.843,65 R$ 2.881,90
4 R$ 25.843,65 R$ 2.193,05
5 R$ 25.843,65 R$ 1.483,53
6 R$ 25.843,65 R$ 752,73

A Sociedade Empresária “A” manterá esse imóvel para uso no fornecimento de suas mercadorias e espera-se que ele seja utilizado por mais de um período para geração de benefícios futuros e econômicos à entidade. Com base nas informações apresentadas e, que a Sociedade Empresária “A”, no reconhecimento inicial, aplicou a Resolução CFC nº 1.151, de 23 de janeiro de 2009 – Aprova a NBC TG 12 – Ajuste a valor presente, NBC TG 27 (R4) – Ativo imobilizado e Lei nº 6.404/76 (Lei das SAs), assinale os lançamentos contábeis que refletem corretamente, em 02/10/20X1, o registro do imóvel, das prestações e dos juros no patrimônio da Sociedade Empresária “A”. Admita que os juros estão embutidos no valor das prestações e que o exercício social da Sociedade Empresária “A” finda-se em 31 de dezembro de cada ano. A Sociedade Empresária “A” considera que os lançamentos contábeis aludidos anteriormente apresentam efeito relevante aos usuários das informações contábeis. 

A) D – IMÓVEIS (ATIVO IMOBILIZADO) 140.000,00
D – ENCARGOS FINANCEIROS A TRANSCORRER (PASSIVO CIRCULANTE) 12.825,64
D – ENCARGOS FINANCEIROS A TRANSCORRER (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 2.236,26
C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO CIRCULANTE) 103.374,60
C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 51.687,30
B) D – IMÓVEIS (ATIVO IMOBILIZADO) 140.000,00
D – ENCARGOS FINANCEIROS A TRANSCORRER (PASSIVO CIRCULANTE) 15.061,90
C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO CIRCULANTE) 155.061,90
C) D – IMÓVEIS (ATIVO IMOBILIZADO) 140.000,00
D – ENCARGOS FINANCEIROS A TRANSCORRER (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 15.061,90
C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 155.061,90
D) D – IMÓVEIS (ATIVO IMOBILIZADO) 140.000,00
D – JUROS: AJUSTE A VALOR PRESENTE (RESULTADO) 12.825,64
D – JUROS: AJUSTE A VALOR PRESENTE (RESULTADO) 2.236,26
C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO CIRCULANTE) 103.374,60
C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 51.687,30

 

RESOLUÇÃO:

 Para responder a essa questão precisamos entender bem duas coisas: primeiro o Ajuste a Valor Presente, depois a questão de Curto e Longo prazo.

Em relação ao Ajuste a Valor Presente, vejamos o que diz a NBC TG 12 – AJUSTE A VALOR PRESENTE.

(…)

Classificação

  1. A operação comercial que se caracterize como de financiamento, nos termos do item 7 desta Norma, deve ser reconhecida como tal, sendo que o valor consignado na documentação fiscal que serve de suporte para a operação deve ser adequadamente decomposto para efeito contábil. Juros embutidos devem ser expurgados do custo de aquisição das mercadorias e devem ser apropriados pela fluência do prazo. É importante relembrar que o ajuste de passivos, por vezes, implica ajuste no custo de aquisição de ativos. É o caso, por exemplo, de operações de aquisição e de venda a prazo de estoques e ativo imobilizado, posto que juros imputados nos preços devem ser expurgados na mensuração inicial desses ativos.

De acordo com a Norma, devemos contabilizar separando  o valor nominal do bem (R$140.000,00), do valor total a prazo, com juros (R$155.061,90).

Esses valores foram obtidos de acordo com os números apresentado no enunciado, conforme tabela abaixo

A segunda situação a ser vista é a separação de Curto e Longo prazo. Conceitualmente temos que o Curto prazo é tudo o que vence até o final do exercício seguinte.

A compra foi feita em 02/10/20X1, então Curto Prazo é tudo o que vence até o final de 20X2 (exercício seguinte).

Então, separando o valor das prestações de3 Curto e Longo Prazo, teremos o seguinte:

 

RESPOSTA CORRETA 

A) D – IMÓVEIS (ATIVO IMOBILIZADO) 140.000,00
  D – ENCARGOS FINANCEIROS A TRANSCORRER (PASSIVO CIRCULANTE) 12.825,64
  D – ENCARGOS FINANCEIROS A TRANSCORRER (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 2.236,26
  C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO CIRCULANTE) 103.374,60
  C – FINANCIAMENTOS A PAGAR (PASSIVO NÃO CIRCULANTE) 51.687,30

 

Um forte abraço, a gente se vê nos próximos posts.

EBOOK PREPARATÓRIO: https://materiais.profmariojorge.com.br/ebook-preparatorio-2019

EBOOK 50 DICAS: https://materiais.profmariojorge.com.br/ebook-50-dicas-2019

FAÇA O SIMULADO GRATUITO: https://cursoparaoexamedesuficienciacf.club.hotmart.com

Você pode me encontrar também em outras redes sociais:

Youtube: https://www.youtube.com/mjcrabbit

Fan Page: https://www.facebook.com/profmariojorge.com.br

Instagram: https://www.instagram.com/profmariojorg

 

Sobre Prof. Mário Jorge

Professor universitário e de Pós Graduação em disciplinas de contabilidade. Consultor empresarial na área de controladoria. Instrutor da SOMA Cursos e Consultoria Ltda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *