Sobre Prof. Mário Jorge

Professor universitário e de Pós Graduação em disciplinas de contabilidade. Consultor empresarial na área de controladoria. Instrutor da SOMA Cursos e Consultoria Ltda.

18 Comentários

    1. Mário Jorge

      Maria, boa tarde

      Obrigado pelos elogios

      abçs
      Prof. Mário Jorge

      Responder
  1. Ariane

    Muito obrigada Professor!
    Era exatamente o que eu precisava!

    Abç
    Ariane

    Responder
  2. Ariane

    Professor, a minha conta de INSS a Recuperar ficou C no balanço! Como faço?

    Responder
    1. Mário Jorge

      Ariane,

      Você não me passou muitos detalhes, mas se tem saldo na conta INSS a Recuperar entendo que a contabilização está sendo feita na contratada. Neste caso a contabilização nessa conta é feita quando ela emite uma nota com retenção de INSS e depois compensa isso com o INSS a recolher. Para que o fato, mencionado por você ocorresse, a retenção deveria ser maior que o valor a recolher ao INSS ( o que é estranho). Verifique se isso aconteceu.

      Se a guia estiver certa e a retenção também, e mesmo assim ficou saldo credor, significa que você precisa reolher esse valor do saldo, portanto a contabilização a fazer é:

      Débito de INSS a Recuperar e Crédito de INSS a Recolher, e o valor do lançamento será esse saldo

      Espero ter ajudado, mas se continuar com dúvidas é necessário enviar dados mais detalhados

      abçs

      Prof. Mário Jorge

      Responder
  3. Alinne

    parabéns meeesmo, ficou muito claro o que tem que ser feito. Obrigada, Alinne.

    Responder
  4. Alisson Rodrigues

    Professor Mário … Se Possível esclarecer uma Dúvida.
    Como lançar/ajustar o valor do INSS Retido na Demonstração do Resultado?
    Vejamos o Exemplo abaixo.
    Demonstração do Resultado
    Receitas de Prestação de Serviços R$ 5.000,00
    (-) INSS Retido (R$ 550,00)
    Receita Líquida R$ 4.450,00

    Professor Mário, esse lançamento de ajuste na DRE procede?

    Responder
    1. Prof. Mário Jorge

      Alisson, bom dia

      A meu ver, não procede não

      Quando você fatura um serviço com retenção de INSS, a contabilização deve ser:

      Exemplo de um Serviço no valor de 1.000,00 com retenção de 100,00

      DÉBITO = Contas a Receber = 900,00
      DÉBITO = INSS a recuperar = 100,00
      CRÉDITO = Receita Bruta com Serviços = 1.000,00

      Essa conta INSS a recuperar, é uma conta do Ativo, que você vai baixar quando fizer a guia de recolhimento do INSS, pois refere-se a um adiantamento que a empresa fez ref. ao recolhimento que ela terá que fazer.

      Vamos supor que a empresa apure um INSS a Recolher de 1.800,00 (parte da empresa). Ela irá recolher na verdade 1.700,00 porque os 100,00 (diferença) ela já “pagou” (quem recolheu foi o cliente) quando fez aquele faturamento de 1.000,00 (só recebeu 900,00). Então a contabilização fica assim:

      DÉBITO = INSS Empresa = 1.800,00
      CRÉDITO = INSS a Recuperar ´= 100,00
      CRÉDITO = INSS a Recolher = 1.700,00

      Espero ter ajudado

      abs

      Responder
  5. FRANCIELY RAMOA

    Boa Tarde
    Estou com uma empresa que emitiu uma nota com retençao de inss na nota, ela é prestadora de serviços.

    D: INSS A RECUPERAR
    C: PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
    Logo a compensação
    D: INSS A RECOLHER
    C: INSS A RECUPERAR

    Porem fica saldo credor ouseja negativo na conta a recuperar, pois o mesmo e maior que o valor a recolher. Qual seria a contrapartida ou o laçamento

    Responder
    1. Prof. Mário Jorge

      Franciely, bom dia

      Você só pode fazer a compensação até o valor da guia de INSS. Dessa forma não vai acontecer da conta INSS A RECUPERAR ficar com saldo credor.
      Lembrando que a compensação não é meramente contábil, pois você realmente vai descontar esse valor da guia de recolhimento.

      Espero ter respondido a contento, mas se ainda persistirem dúvidas, fique a vontade para perguntar

      abs

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *